REABILITAÇÃO DE CÓRREGOS URBANOS: UMA ANÁLISE HISTÓRICA E COMPARATIVA EM BELO HORIZONTE, MG

Autores

Bruna Marcela Loiola Romano, Juliana Souza Silveira, Marcos Callisto, Diego Rodrigues Macedo

Resumo

As intervenções em córregos urbanos nas cidades brasileiras comumente adotam o modelo de canalização e criação de avenidas sanitárias, a fim de mascarar e adaptar os corpos d'água às dinâmicas urbanas. Métodos alternativos que buscam reintegrar estes corpos d?água à paisagem urbana foram implantados no município de Belo Horizonte em 2008 com o Programa Drenurbs. O objetivo deste trabalho é avaliar a evolução histórica da qualidade das águas de três córregos recuperados por pelo Drenurbs, bem como comparar a atual situação com córregos em condições de referência na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a fim de avaliar se essas obras possibilitaram a reaproximação de corpos d?água degradados a uma condição fitossanitária saudável. Os resultados obtidos evidenciam que as obras realizadas foram efetivas para aumentar significativamente a qualidade ambiental e das águas dos córregos reabilitados, porém devido à forte urbanização das áreas próximas aos parques, estes não alcançaram a qualidade dos córregos de referência. Apesar disso, os resultados são satisfatórios para o objetivo principal do Programa Drenurbs

Compartilhe

Autores

  • infoBruna Marcela Loiola Romano

    Instituição

    Departamento

  • infoJuliana Souza Silveira

    Instituição

    UFMG

    Departamento

    Geografia

  • infoMarcos Callisto

    Instituição

    Universidade Federal de Minas Gerais

    Departamento

    Genética, Ecologia e Evolução

  • infoDiego Rodrigues Macedo

    Instituição

    UFMG

    Departamento

    Geografia

Palavras-chave

Qualidade da água, Fatores Abióticos, Córregos Urbanos.

Tema

08 - Águas Urbanas

Evento

XXIII SBRH - Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Publicação